Programa

Programa

Livro de resumos – descarregar aqui

Dia 2 de maio, quarta-feira

9h00 – Receção dos participantes e entrega de documentação (Sala 2.1.9)

Sala 2.1.11

9h30 – Sessão de abertura

10h00 – Conferência de abertura – Antonio Romano (Universidade de Turim): La variation géoprosodique : progrès dans la définition typologique et dans les méthodes d’évaluation

11h00 – 11h30 – Intervalo

11h30 – 12h45 – Comunicações orais

Sala 2.1.11 Sala 2.1.13
11h30-11h55 Elisa Fernández Rei (USC): A entoación das variedades ibéricas occidentais: xeoprosodia, contacto e cambio lingüístico Paulo Osório (UBI) Variação Linguística diatópica no português antigo: as estruturas sintáticas de “Ter” e “Haver” em estruturas de posse
11h55-12h20 Regina Célia Fernandes Cruz (UFPA), Izabel Christine Seara (UFSC), Lurdes de Castro Moutinho (UA) & Albert Rilliard (LIMSI): Perseguindo a influência açoriana no Português Brasileiro Xosé-Henrique Costas (UVigo): Dos leonesismos no galego-portugués do Val do Ellas ou de Xálima
12h20-12h45 Dilton Serra, Aline Cristina Sacchi, Márcia Polaczek, Marta Aparecida de Faria Tanuri & Sandra Madureira (PUC/SP): Um estudo fonético-acústico de padrões entoacionais do Português Brasileiro: variedade paulista

12h45 – 14h30 – Pausa para almoço

14h30 – 16h10 – Comunicações orais

Sala 2.1.11 Sala 2.1.13
14h30-14h55 Izabel Christine Seara (UFSC): Algumas observações sobre características segmentais da variedade dialetal florianopolitana Leila Figueiredo de Barros, Cristina Normandia dos Santos, Maria Teresa Tedesco Villardo Abreu  (UERJ): A Referenciação em Narrativas Orais de Idosos Cariocas do Sítio Urbano-RJ e Alunos da Eja de uma Comunidade Rural do Município de Nossa Senhora do Livramento-MT: Uma demonstração de Estudos e Transcrições
14h55-15h20 Gotzon Aurrekoetxea & Ariane Ensunza (UPV/EHU): Hacia una definición de ‘dialecto’  por criterios únicamente lingüísticos Marilza de Oliveira (USP): Os pronomes de tratamento no tabuleiro da cidade de São Paulo
15h20-15h45 Luís Pinto Salema & Lurdes Moutinho (CLLC, UA): Onde caem as vogais? supressão vocálica, acento vocálico e acento prosódico no corpus AMPER-POR Lorena da Silva Rodrigues (UFC) & Aline Bazenga (UMA): Variação linguística dos pronomes pessoais de terceira pessoa no português falado no Brasil e na Madeira
15h45-16h10 Izabel Christine Seara, Juan Manuel Sosa & Roberta Pires-de-Oliveira (UFSC): Contorno entonacional declarativo com upstep no falar “manezinho” Carmen Widera & Georg A. Kaiser (Univ. Konstanz): Astérix e os pronomes sujeitos – uma análise contrastiva do emprego dos pronomes sujeitos no português europeu e brasileiro

16h10 – 17h30 – Oficina sobre cartografia linguística – Xulio Sousa (Universidade de Santiago de Compostela)

 

Dia 3 de maio, quinta-feira

09h30-10h30 (Sala 2.1.11) – Conferência plenária – François Wioland (Université de Strasbourg): Singularités phonétiques du français parlé par rapport aux autres langues romanes

10h30 – 11h00 – Intervalo

11h00 – 12h40 – Comunicações orais

Sala 2.1.11 Sala 2.1.13
11h00-11h25 Sandra Madureira, Plinio Barbosa, Mario A S Fontes e Paulo Menegon (PUCSP / UNICAMP): Um estudo de características fonético-acústicas e respiratórias em quatro estilos de fala Ewa Urbaniak & Marek Baran (Universidad de Lodz): La reduplicación del imperativo en español e italiano
11h25-11h50 María José Quilis Sanz (Universidad de Vigo): Estudio de las consonantes /l/ y /r/ en posición implosiva según las encuestas de Manuel Alvar en la República Dominicana Francisco José Fidalgo Enríquez (UTAD): Sobre la anterioridad temporal en los tiempos verbales en el subjuntivo en portugués y español
11h50-12h15 João Veloso (FLUP, Universidade do Porto): A dessonorantização das “vibrantes”: dos dialetos à fonologia Marizete Liamar Grando Garcia (UERJ): A variação diastrática no discurso idosos
12h15-12h40 Alba Aguete-Cajiao & Elisa Fernández Rei (ILG): Contribución ao estudo comparado do vocalismo átono inicial do galego e do portugués

12h40 – 14h30 – Pausa para almoço

14h30 – 15h45 – Comunicações orais

Sala 2.1.11 Sala 2.1.13
14h30-14h55 Alexsandro Rodrigues Meireles (UFES): Variação prosódica no dialeto capixaba em função do acento e estrutura frasal Zhihua Hu & Maria Teresa Roberto (UA): Análise das Instâncias de Tradução da Conjunção “Aunque” do Espanhol para o Português com Base num Corpus Paralelo
14h55-15h20 Helena Rebelo (UMA): A prosódia madeirense e a porto-santense: comparação de curvas melódicas de frases interrogativas Cristina Sánchez López (UCM): Enunciados optativos en las lenguas románicas: variación y contraste
15h20-15h45 Domingo-Luis Hernández Álvarez (ULL): La percepción de la entonación interrogativa de variedades americanas con el mismo patrón final Márcia Aparecida Campos Furtado & Maria Teresa Tedesco Vilardo Abreu (UERJ): O rotacismo na oralidade e na escrita de alunos quilombolas: um continuum tipológico

15h45 – 17h45 – Painel temático sobre o Barranquenho, o Minderico e o Mirandês (Sala 2.1.11) – coordenado por Alberto Gómez Bautista (CLLC) com a participação de:

– Maria Victoria Navas ((Universidade Complutense de Madrid): O barranquenho, língua ameaçada e minoritária – Vera Ferreira (CIDLeS; ELAR, SOAS University of London): Minderico: da vitalidade à revitalização. Um exemplo de diversidade esquecida na suposta homogeneidade linguística em Portugal – Alfredo Cameirão (Presidente da Associação da Língua Mirandesa): Froles que dórun muito fruito. Reflexões sobre Lingua e Literatura mirandesas

 

Dia 4 de maio, sexta-feira

09h30 – 10h30 – Conferência plenária (Sala 2.1.11) – Alicia Fernández-Zúñiga (Universidad Autónoma de Madrid -UAM; Instituto de Lenguaje y Desarrollo- ILD): Variacion en el desarrollo del lenguaje en la primera infância

10h30 – 11h30 – Intervalo e sessão de pósteres (Sala 2.1.18) – ver resumos de posteres aqui

11h30 – 12h45 – Comunicações orais

Sala 2.1.11 Sala 2.1.13
11h30-11h55 Josefa Dorta Luis (ULL): Las interrogativas neutras en habla formal y semiespontánea de dos variedades del español americano Carla Marques & Rosa Maria Lima (ESE Paula Frassinetti): Variação na aquisição da fonologia infantil
11h55-12h20 Vanessa Gonzaga Nunes (UFS) & Izabel Seara (UFSC): A investigação da prosódia de sentenças interrogativas totais em variedades dialetais catarinenses e sergipanas com foco em diferentes metodologias Rosa Maria Lima (ESE Paula Frassinetti): Diversidade na Aquisição para o sucesso escolar: uma prova de avaliação
12h20-12h45 Juliana Andreassa da Lomba, Maria da Piedade Soares Cóstola & Sandra Madureira (PUC/SP): Enunciados declarativos e interrogativos no falar de um sujeito de Sorocaba: um estudo fonético-acústico Maria Teresa Tedesco Vilardo Abreu (UERJ) & Sibille Grosse (Universidade de Heidelberg): Varia-Idade no Rio de Janeiro. Comunicação e geração: Estratégias linguísticas e discursivas na idade maior

 

12h45 – 14h30 – Pausa para almoço

14h30 – 16h10 – Comunicações orais

Sala 2.1.11 Sala 2.1.13
14h30-14h55 Leandra Batista Antunes (UFOP) & Adriana Nascimento Bodolay (UFVJM): Variação prosódica mineira no âmbito do projeto AMPER-Por Michael Gradoville (Arizona State University): A variante pa no português brasileiro
14h55-15h20 João Paulo Moraes Lima dos Santos & Fernando Sánchez Miret (USAL): As vogais /i/ e /u/ átonas finais de palavra em processos de elisão e formação de ditongos em duas variedades do português falado no nordeste brasileiro Júlia Langer de Campos, Priscilla Mouta Marques & Maria Maura da Conceição Cezario (UFRJ): Falando sério e falando seriamente: análise das construções com adjetivo adverbial e com advérbio em -mente no português brasileiro
15h20-15h45 Valentina Colonna (Università degli Studi di Genova) & Antonio Romano (Università degli Studi di Torino) Variazioni intonative del “Congedo” – Analisi comparativa di dodici letture Marilucia Barros de Oliveira & Fábio Luidy de Oliveira Alves (UFPA): Línguas em contato na Amazônia: contornos diatópicos e diastráticos
15h45-16h10 Marta Aparecida de Faria Tanuri Oliveira; Sandra Madureira (PUCSP): Percepção de atitudes em relação ao sotaque caiçara do litoral norte de São Paulo, Brasil

16h10 – 17h10 – Conferência de encerramento (Sala 2.1.11) – Francisco Dubert (Universidade de Santiago de Compostela): Continuum xeolectal constitutivo no noroeste da Península Ibérica
17h10 – Sessão de encerramento